sábado, 28 de junho de 2008

Algarve 2007

Mais uma viagem que fiz em 2007, desta vez até ao Algarve.


Grande noite no Casino de Vilamoura, pena não ter ganho nada lol

Não tenho sorte nenhuma com o jogo :(


Black Jack sempre a bombar ladys

Com muita gente gira no bar do Figo em Vilamoura


A começar a noite no Libertos


Mais uma noite muito animada no Libertos

A curtir a noite com os ingleses! Eu juro que não sou a Julia Roberts :D

Grande melão... Soube mesmo bem

É tudinho só para mim... que sede :p

No Ocean Club

Nas Ruínas da praia da Luz

Mais uma vez na praia da Luz nas Ruínas

Na capelinha da praia da Luz a rezar pela Maddie

Clube Albufeira 2007

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Marrocos - Junho 2008

Que Grande Aventura...

Adoro viajar e conhecer novas gentes e locais e desta vez fui até Marrocos. Fascinada pela cultura do país e com muita vontade de o conhecer (mas com um pouco de receio).



Pois é... quem diria 1 semaninha em Marrocos.

Marhaba Maroc!





Eu e a minha amiga Leti no dia 9 de Junho decidimos fazer-nos à estrada com muita vontade de conhecer este fantástico país, que afinal de contas está a pouco mais de 600 kms e a 35m de barco de distância.



Praticamente sem mapas, com gps mas sem o mapa de Marrocos lol e sem um rota propriamente definida partimos à aventura. Ah e já para não falar que toda a gente nos dizia que eramos doidas em ir sozinhas, que iamos ser raptadas, que me íam trocar por camelos etc etc... A caminho de Tarifa visitamos quase toda a costa do sul de Espanha desde Cádiz a Tarifa, onde íamos embarcar para Tanger. Visitamos Vejer de la Frontera, Barbate, Bolonia (onde visitamos também as Ruínas de Baleo Claúdia) e ainda fizemos praia em Tarifa.



Graças à greve por causa dos combustíveis tivemos 3h à espera para embarcar para Marrocos, pois não havia combustível. Enquanto aguardávamos fizemos amizade com um polícia Espanhol, que foi bastante simpático e nos levou para um gabinete lá no Porto, onde nos mostrou mapas de Marrocos, nos deu algumas informações e fez bastantes recomendações (pois bem, mais um senhor que só me falou mal e me disse para ter muito cuidado, principalmente por causa do meu cabelo :().





Lá embarcamos depois de 3h de espera e a viagem foi tranquila e rápida. Acabamos por conhecer, no barco, um grupo de portugueses, muito simpáticos, que trabalham em Tanger e que ficaram também eles admirados por encontrarem 2 Tugas sozinhas a caminho de Marrocos, ajudaram nos a sair do porto de Tanger, pois aquilo é só burocracias, e funciona tudo por suborno.



Depois de uma visita pela cidade e de ficarmos com uma ideia do que nos esperava: taxistas malucos com 7 e 9 pessoas dentro de um mercedes todo velho, vendedores chatos que não nos largavam, uma condução muito perigosa em que é o salve-se quem puder, não se pára nas passadeiras, os próprios peões pedem desculpa quando vão a passar na passadeira e recuam, a medina cheia de gente atarefada dum lado para o outro, e o pior de tudo é que toda a gente olhava para nós... (só visto)



Ficamos uma noite em Tanger e depois seguimos pela costa a caminho de Rabat, e pelo caminho fomos visitando várias aldeias, Asilah, Larache, Kenitra e aí sim eu vi o que queria ver, miséria, pobreza, lixo etc. Apesar de Casablanca ser a maior cidade, Rabat é a capital e não se fica muito atrás e é um verdadeiro caos.











Depois de uma visita pela cidade de Rabat seguimos em direcção a Meknés, onde ficamos mais uma noite e adoramos. Fizemos mais um amigo, desta vez marroquino que nos fez uma visita guiada à cidade, por incrível que pareça sem nos pedir dinheiro em troca, o que por lá é difícil ainda mais quando se trata de estrangeiros. Acabamos por subornar lá um marroquino com € que nos levou a fazer uma visita à cidade de charrete, e visitamos os locais mais importantes da cidade.









Mais um dia passado mais uma cidade para visitar, Fes, esta fascinou-me ainda mais principalmente pela enorme Medina, a maior Medina do mundo, onde cerca de 500 mil pessoas rezam, vivem, trabalham e vão à escola, tudo isto dentro dos seus 17 kms de muralhas. Como não poderia deixar de ser lá fizemos mais um amigo marroquino que foi o nosso guia em Fes, o qual também não nos exigiu dinheiro nenhum ;)











Visitamos os famosos "Tanneries", aqueles buraquinhos onde eles tingem as peles, confesso que tinha um cheiro não muito agradavél, no entanto foi uma experiência única. Visitamos também o outro local onde se tingem os tecidos e o local onde as senhoras fazem os tapetes e aqui é que a porca torce o rabo, o senhor queria trocar-me por 20 000 camelos e uma tenda :/ o que vale é que a Leti não aceitou :) Graças ao nosso guia tive ainda o prazer de experimentar a última moda lá em Fes.

video









Teria ainda tanta coisa para contar, mas acho melhor não, porque caso contrário teria muito que escrever e não teria espaço para tanta coisa...







Só mais uma coisa curiosa, à vinda para cima fomos a um bar típico marroquino e a uma discoteca em Tanger. Ah pois é desiluda-se quem pensa que não há discotecas ou que as raparigas não vão às discotecas, vão sim senhor e garanto que não é muito diferente de Portugal, mas mais não conto :p , só mesmo visto, divertimo-nos tanto mas tanto, aquele pessoal tem uma energia fora do normal!







Ah e já agora uma recomendação deixem as mulheres conduzir em Marrocos, não apanhamos uma única multa ;) Toda a gente nos dizia que a polícia nos ía mandar parar n vezes e tentar extorquir dinheiro, é verdade que nos mandaram parar vezes sem conta mas também é verdade que não pagámos nada, fingíamos que não percebiamos e mandavam-nos seguir, porquê?! não sei... por sermos 2 raparigas sozinhas?! Por não percebermos o que diziam?! Pelo sim pelo não deixem as mulheres conduzir! LOL Bem... sem palavras, vimos e vivemos experiências inexplicáveis! Mas que país mais fascinante, uma das melhores experiências da minha vida! E que tenciono repetir o mais rápido possível.


Sem limites de altura. Não é bom para quem tem vertigens como eu lol


Meio de transporte climatizado :p


Grande maquinão apreendido no porto de Tarifa (este tinha de fotografar :p)


Mas que brasa... Viva Marrocos!


Em casa do Rodrigo em Tanger, uma casa típica marroquina.


Estas nozes eram the BestE :)


The BestE... Ah pois é :)


Esta viagem de barco foi muito divertida


Rogério, Eu, Leti e Bessa em Tarifa no local que fica mais perto de Marrocos


Em Marrocos mas com Portugal no coração e sempre a apoiar a selecção

Shukran Maroc

Até breve